Mesoamérica renova seu impulso de integração

Outubro 25, 2010
A XII Cúpula do Mecanismo de Diálogo e Concertação de Tuxtla realiza-se amanhã, dia 26 de outubro, em Cartagena, na Colômbia, com a participação dos chefes de Estado de Belize, Costa Rica, El Salvador, Guatemala, Honduras, Nicarágua, Panamá, México, Colômbia e República Dominicana. Os mandatários conhecerão os avanços na integração regional impulsionados pelo Projeto Mesoamérica e estabelecerão as prioridades para ações futuras.

O Caribe e o BID

Setembro 27, 2010
Os países caribenhos de língua inglesa membros do BID – Bahamas, Barbados, Belize, Guiana, Jamaica e Trinidad e Tobago – e o Suriname, de língua holandesa, são unidos por comércio, geografia, história e tradições. Sua situação econômica e desafios de desenvolvimento, porém, podem variam amplamente.

Energia sustentável para Haiti, Bahamas e Barbados

Maio 21, 2010
Dezenas de milhares de haitianos que perderam suas casas em Porto Príncipe deixaram a cidade e migraram para aldeias rurais ou acampamentos temporários. Organizações de auxílio internacionais estão nesse momento ajudando a construir clínicas, escolas, centros administrativos e armazéns em algumas dessas aldeias, que ficam localizadas em áreas remotas, sem acesso a serviços básicos.

Avanços na América Central

Julho 29, 2009
A iniciativa de integração regional conhecida como Proyecto Mesoamérica está ganhando impulso. Ela foi um tema central na agenda da XI Cúpula de Tuxtla (uma reunião de cúpula anual dos chefes de Estado da região), que terminou hoje em Costa Rica. Na semana passada, noticiários focalizaram a proposta de uma estratégia de transporte multimodal para melhorar a competitividade da região. E, em junho, o BID anunciou a segunda fase do projeto Trânsito Internacional de Mercadorias, que implantará um sistema alfandegário unificado nas fronteiras de todos os países da América Central.

A Colômbia e o BID

Março 17, 2009
Desde meados da década de 1990, o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) tem sido a principal fonte de financiamento multilateral para a Colômbia. Nos últimos 50 anos, o BID aprovou para esse país mais de US$14,8 bilhões em empréstimos e projetos de cooperação técnica não reembolsáveis.   Ao longo de sua história, o BID apoiou o governo e o setor privado colombianos em áreas fundamentais para o desenvolvimento, como infra-estrutura, modernização e reforma do Estado, pequena e média empresa, agricultura, energia, proteção ambiental e contra mudanças climáticas.

Um modelo para o desenvolvimento

Dezembro 01, 2005
Paul Constance   BARRANQUILLA, COLÔMBIA – Os empresários de La Comercializadora S.A. sabem reconhecer um bom produto local quando o vêem. Durante cinco anos, essa pequena empresa de Barranquilla, na Colômbia, prestou serviços de design de produtos, marketing e distribuição para microempresários da região da costa atlântica do país. Dessa colaboração resultou uma coleção de roupas prêt-à-porter e de objetos de decoração doméstica vendidos em lojas sofisticadas da Colômbia e do exterior.

Sem acessibilidade, perdem-se oportunidades

Outubro 21, 2005
Mais de 10% da população latino-americana sofrem de algum tipo de necessidade especial ou dificuldade de locomoção. Isso torna necessária a criação de espaços e instalações públicas e privadas acessíveis a todos.   

Não tão iguais perante a lei

Janeiro 01, 2005
Charo QuesadaNo papel, a América Latina é quase um modelo de justiça igualitária e neutra em relação aos gêneros. Praticamente todos os governos da região assinaram e ratificaram acordos internacionais que garantem acesso aos tribunais e igualdade perante a lei independentemente do sexo da pessoa.

Bancos a serviço de remessas e microfinanças

Setembro 10, 2004
As instituições de microcrédito da América Latina e do Caribe precisam se envolver no negócio de remessas, de forma a oferecer serviços financeiros a milhões de novos clientes de baixa renda, declararam vários especialistas às vésperas da abertura do Fórum Interamericano de Microempresas em Cartagena, na Colômbia. Donald F. Terry, gerente do Fundo Multilateral de Investimentos do BID, salientou que os bancos comerciais já estão entrando nesse mercado, que tem sido tradicionalmente dominado por empresas de transferência de valores.

O perfil do jovem empreendedor na América Latina

Julho 26, 2004
Eles pertencem à classe média, têm diploma universitário, começam a pensar em ter seu próprio negócio aos 25 anos, mas não abrem suas empresas menos de cinco anos depois. Estas são as características do jovem empresário latino-americano, de acordo com recente estudo desenvolvido pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento e que é tema do livro Desarrollo Emprendedor (publicado em espanhol e cuja versão em inglês sairá em outubro de 2004).