Ficha de informações sobre Base da Pirâmide e Oportunidades para a Maioria

segunda-feira, Junho 20, 2011 - 16:00
 Sobre o mercado da Base da Pirâmide na América Latina [i]

Setores sociais

segunda-feira, Março 13, 2006 - 03:00
O Banco Interamericano de Desenvolvimento destinou US$3,4 bilhões, quase a metade de seus empréstimos em 2005, para programas de redução da pobreza e promoção da igualdade social na América Latina e no Caribe. Em 2005 o BID foi, pelo 12º ano consecutivo, a principal fonte de financiamento multilateral para o desenvolvimento da região, e os fundos comprometidos acompanharam, também, as diretrizes estabelecidas por sua Assembléia de Governadores para favorecer populações pobres e países menos desenvolvidos. 

Remessas

segunda-feira, Março 13, 2006 - 03:00
Em 2005, trabalhadores latino-americanos e caribenhos residentes no exterior enviaram cerca de US$53.6 bilhões em remessas para seus países de origem, quase 17% mais do que foram remetidos no ano anterior, segundo o Fundo Multilateral de Investimentos do Banco Interamericano de Desenvolvimento.

O BID e o setor privado

segunda-feira, Março 13, 2006 - 03:00
O Banco Interamericano de Desenvolvimento lançou uma série de iniciativas para promover o crescimento do setor privado na América Latina e no Caribe, por meio de financiamentos diretos, garantias, assistência técnica e promoção do comércio exterior.

O BID e a microempresa

segunda-feira, Março 13, 2006 - 03:00
Há quase três décadas, o Banco Interamericano de Desenvolvimento vem apoiando a microempresa como parte de seus esforços para promover o crescimento do setor privado, ampliar as oportunidades econômicas para os pobres e reduzir a desigualdade de renda na América Latina e no Caribe.

O BID e a integração

segunda-feira, Março 13, 2006 - 03:00
Um novo e extenso plano para fortalecer a integração dos países da América do Sul e aumentar o comércio regional ganha impulso na medida em que uma série de projetos de infra-estrutura se aproxima da fase de conclusão. A maioria dos 31 projetos classificados como de prioridade máxima na Iniciativa para a Integração da Infra-estrutura Regional Sul-americana (IIRSA) –  pontes, estradas, vias férreas, vias navegáveis, gasodutos— deverá ser concluída no prazo estabelecido para 2010, segundo funcionários da IIRSA.

O BID e o meio ambiente

segunda-feira, Março 13, 2006 - 03:00
Com sua nova Política de Meio Ambiente e Cumprimento de Salvaguardas, o Banco Interamericano de Desenvolvimento formalizará seu objetivo de integrar os princípios de proteção ambiental a todos os seus empréstimos e operações de cooperação técnica. Aprovada pela sua Diretoria-Executiva em 19 de janeiro de 2006, a política é coerente com os mais altos níveis que prevalecem, atualmente, entre instituições financeiras internacionais públicas e privadas, inclusive os Princípios do Equador, adotados por bancos privados e nacionais.

Riscos de desastres

segunda-feira, Março 13, 2006 - 03:00
Os desastres naturais provocam, anualmente,  a morte de milhares de pessoas e prejuízos de bilhões de dólares, desestabilizando a vida de milhões de vítimas na América Latina e no Caribe. As catástrofes provocadas por furacões, terremotos, inundações e outros fenômenos naturais ou produzidos pelo homem também prejudicam  o desenvolvimento, destruindo, com freqüência, décadas de investimentos em infra-estrutura e agravando as disparidades sociais e econômicas.

O BID e o co-financiamento

segunda-feira, Março 13, 2006 - 03:00
Nos últimos anos, o co-financiamento de projetos do Banco Interamericano de Desenvolvimento se tornou  uma fonte cada vez mais importante de recursos para o desenvolvimento da América Latina e do Caribe, complementando empréstimos e doações do BID com financiamentos provenientes de outros organismos. As transações de co-financiamento multilateral e bilateral, excluídas  as operações do setor privado do Grupo do BID e  os fundos fiduciários, totalizaram cerca de US$2,2 bilhões em 2005, cifra muito superior à  média de US$1,6 bilhão dos últimos cinco anos.

O BID em resenha

segunda-feira, Março 13, 2006 - 03:00
O Banco Interamericano de Desenvolvimento foi criado em 1959, para ajudar a acelerar o desenvolvimento econômico e social de seus países membros na América Latina e no Caribe e promover a integração regional. O Banco utiliza recursos próprios e fundos arrecadados em mercados financeiros. Em 1994, seu capital autorizado foi aumentado em US$40 bilhões, atingindo  US$101 bilhões. O Banco tem 47 países membros: 28 no Hemisfério Ocidental e 16 na Europa, além de Israel, Japão e Coréia.   Os países da América Latina e do Caribe detêm metade das ações da instituição.