Três organizações de Barbados, Brasil e Nicarágua ganharam o Prêmio Juscelino Kubitschek do BID

Novembro 19, 2013
Candidataram-se ao prestigioso prêmio 496 organizações de 28 países latino-americanos, caribenhos e europeus O Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) anunciou hoje que três instituições de Barbados, Brasil e Nicarágua ganharam o Prêmio Juscelino Kubitschek, que reconhece as contribuições de destacados atores em economia e finanças, bem como nos campos cultural, social e científico. 

Mulher latino-americana e caribenha: com mais educação, mas pior remuneração

Outubro 15, 2012
Apesar de ter mais anos de estudo que os homens, as mulheres ainda estão concentradas em ocupações com salários mais baixos, tais como educação, saúde e setor de serviços. Ao comparar homens e mulheres da mesma idade e do mesmo nível educacional, os homens ganham 17% a mais do que as mulheres na América Latina.

Cultura cidadã é a chave para reduzir a violência, diz estudo

Maio 30, 2012
Relatório apoiado pelo BID explora a cultura cidadã como fator de sucesso em longo prazo para a redução da violência Qualquer estratégia bem sucedida para a prevenção da violência deve incluir medidas para reconhecer e mudar comportamentos que respondam a crenças, emoções e fatores culturais, de acordo com um novo estudo apoiado pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).

América Latina e Caribe devem ter crescimento mais lento nos próximos quatro anos

Março 19, 2009
Líderes da América Latina e do Caribe prevêem que a renda per capita cairá ou terá um crescimento moderado no período de 2009-2012 e que os governos dependerão mais de financiamentos de instituições internacionais, de acordo com uma pesquisa realizada pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). Essas expectativas contrastam vivamente com o desempenho econômico recente da região, em que o produto per capita cresceu 4,1% ao ano nos últimos cinco anos.

A Colômbia e o BID

Março 17, 2009
Desde meados da década de 1990, o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) tem sido a principal fonte de financiamento multilateral para a Colômbia. Nos últimos 50 anos, o BID aprovou para esse país mais de US$14,8 bilhões em empréstimos e projetos de cooperação técnica não reembolsáveis.   Ao longo de sua história, o BID apoiou o governo e o setor privado colombianos em áreas fundamentais para o desenvolvimento, como infra-estrutura, modernização e reforma do Estado, pequena e média empresa, agricultura, energia, proteção ambiental e contra mudanças climáticas.

Desenvolvimento empresarial

Dezembro 17, 2008
POR LUCY CONGERMauricio Flores, da cidade de Tijuana, no México, é o fundador e diretor-executivo da Children’s Corporation, organização que oferece cursos para crianças de escolas primárias, sobre como se tornar líderes e empreendedores. As crianças que participaram dos cursos criaram seus próprios negócios de desenho em camisetas, de fabricação de barras de chocolate e de venda de café.

Programas sociais ou salário mínimo?

Fevereiro 23, 2007
Os programas sociais brasileiros, como Bolsa Família ou Salário Família, são ferramentas muito mais eficazes na luta contra a pobreza e pela redução da desigualdade de renda do que o aumento do salário mínimo, segundo um novo estudo do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA) apresentado na sede do BID em Washington, D.C.

América Latina e Caribe se preparam para uma pandemia

Julho 10, 2006
Mais da metade das pessoas que, no mundo inteiro, contraíram a infecção causada pela cepa H5N1 da gripe aviária faleceram, segundo cálculos oficiais da Organização Mundial da Saúde. Só em 2006, morreram 55 das 85 pessoas que contraíram o vírus.

Como o Brasil disse “não” à fome

Março 14, 2006
Três refeições por dia. Esta é a meta que o presidente do Brasil Luiz Inácio Lula da Silva quer alcançar antes do final deste ano para todos os seus concidadãos. A pessoa a quem ele confiou essa tarefa foi Patrus Ananias de Sousa, ministro do Desenvolvimento Social e Combate à Fome.

Latinos do Extremo Oriente

Março 01, 2006
Charo QuesadaQuando um mexicano ou panamenho diz que vai fazer compras no chinês da esquina, não está se referindo ao caso particular de um chinês que, casualmente, abriu uma loja na esquina de sua rua. Em seus países, a loja do chinês na esquina tornou-se uma instituição com uma longa tradição, que oferece um grande e prático estoque de produtos básicos, a baixo custo e com horários de funcionamento amplos.