Três organizações de Barbados, Brasil e Nicarágua ganharam o Prêmio Juscelino Kubitschek do BID

Novembro 19, 2013
Candidataram-se ao prestigioso prêmio 496 organizações de 28 países latino-americanos, caribenhos e europeus O Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) anunciou hoje que três instituições de Barbados, Brasil e Nicarágua ganharam o Prêmio Juscelino Kubitschek, que reconhece as contribuições de destacados atores em economia e finanças, bem como nos campos cultural, social e científico. 

BID-CCPIT Sediarão Cúpula Empresarial China-LAC em Chengdu em 21-22 de outubro

Outubro 18, 2010
O Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), em associação com o Conselho Chinês para o Fomento do Comércio Internacional (CCPIT) e em estreita colaboração com o Banco Popular da China e o governo da província de Sichuan, está organizando uma Cúpula Empresarial China-LAC a ser realizada na cidade de Chengdu em 21-22 de outubro de 2010.

Moreno, Iglesias participam de solenidade de entrega do Prêmio Juscelino Kubitschek

Novembro 24, 2009
O Banco Interamericano de Desenvolvimento realizará a solenidade de entrega do prêmio Juscelino Kubitschek no dia 30 de novembro, em Estoril, Portugal, durante a Cúpula Ibero-Americana. O prêmio reconhece o trabalho das instituições regionais para o desenvolvimento econômico e social da América Latina e o Caribe.

BID dará entrevista coletiva sobre relações América Latina–China

Outubro 22, 2008
O Banco Interamericano de Desenvolvimento sediará uma entrevista coletiva à imprensa na quinta-feira, 23 de outubro, em sua sede em Washington, DC, para fazer um anúncio a respeito das relações entre a China e a América Latina e o Caribe. O presidente do BID, Luis Alberto Moreno, e o embaixador chinês, Zhou Wenzhong, serão os oradores. QUEM:   Presidente do BID, Luis Alberto Moreno               Embaixador da China nos Estados Unidos, Zhou Wenzhong QUANDO: Quinta-feira, 23 de outubro, às 9 horas

Pesquisa do BID mostra que a crise dos alimentos pode aprofundar a pobreza em 19 países

Agosto 12, 2008
Os países latino-americanos e caribenhos precisam fortalecer seus programas sociais para aliviar o impacto do aumento dos preços dos alimentos para os 71 milhões de pobres da região, mostram números recém-divulgados pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento sobre o impacto potencial dos preços dos alimentos. De acordo com o BID, mais de 26 milhões de pessoas na América Latina e no Caribe podem vir a cair em uma situação de pobreza extrema se os preços dos alimentos continuarem elevados.