Grupo BID reunirá representantes da sociedade civil da América Latina e do Caribe na Bolívia

Outubro 10, 2017
O encontro será em Santa Cruz de 8 a 9 de novembro e abordará temas relacionados à inovação para o desenvolvimento da região  ***O evento terá transmissão ao vivo***  Representantes da sociedade civil provenientes de 26 países da América Latina e do Caribe se reunirão em Santa Cruz, Bolívia, em 8 e 9 de novembro de 2017 para celebrar a XVII Reunião Anual Grupo BID–Sociedade Civil. 

Representantes da Sociedade Civil da América Latina e Caribe se reúnem com o Grupo BID para falar de crescimento sustentável

Novembro 03, 2016
Encontro organizado pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento na República Dominicana abordará temas como a mudança climática, gênero e segurança cidadã, segurança no trânsito e saúde pública, assim como arrecadação fiscal ***O evento será transmitido ao vivo por Livestream ***

Banco Interamericano de Desenvolvimento fará Reunião Anual em Nassau, nas Bahamas

Fevereiro 11, 2016
Inscrição online para imprensa está agora disponível para a reunião de líderes da América Latina e Caribe que acontece entre os dias 7 e 10 de abril Destaque aos desafios econômicos, oportunidades para o setor privado, desenvolvimento urbano, desafios econômicos globais e gestão de desastres O Grupo Banco Interamericano de Desenvolvimento realizará sua

Três organizações de Barbados, Brasil e Nicarágua ganharam o Prêmio Juscelino Kubitschek do BID

Novembro 19, 2013
Candidataram-se ao prestigioso prêmio 496 organizações de 28 países latino-americanos, caribenhos e europeus O Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) anunciou hoje que três instituições de Barbados, Brasil e Nicarágua ganharam o Prêmio Juscelino Kubitschek, que reconhece as contribuições de destacados atores em economia e finanças, bem como nos campos cultural, social e científico. 

Agricultura no Haiti: investimentos crescentes em produtividade

Abril 25, 2012
Projetos de agricultura no Haiti catalisam investimentos para gerar empregos, restaurar o meio ambiente e apoiar o manejo sustentável de recursos naturais

Dois anos depois, o Haiti vira uma página

Janeiro 09, 2012
Ao se aproximar do segundo aniversário do terremoto de janeiro de 2010, o Haiti está determinado a mostrar ao mundo que se encontra “aberto para negócios” Com a ajuda do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), autoridades do novo governo do Haiti realizaram em novembro uma conferência de investimentos em Porto Príncipe que atraiu mais de 1.000 participantes, entre eles centenas de empresários de 29 países. Vários contratos foram anunciados no evento, incluindo planos para construção de hotéis na capital.

Apoio à recuperação do Haiti após o terremoto

Julho 12, 2010
Nos seis meses que se passaram desde o devastador terremoto de 12 de janeiro, o Banco Interamericano de Desenvolvimento mobilizou um total de recursos sem precedentes para ajudar o Haiti em seus esforços para se recuperar do pior desastre natural que já atingiu um país.
2010-07-12

Haiti volta a exportar

Maio 27, 2010
Os primeiros embarques de mangas orgânicas desta estação partiram da unidade de processamento da Carifresh para os Estados Unidos na última semana de abril, quase dois meses mais tarde do que de hábito. Mas esta não é uma estação normal.

Esperança para o Haiti

Abril 12, 2010
As mangas produzidas no Haiti estão entre as melhores do mundo, mas quase metade de sua colheita é perdida antes de chegar aos mercados. Apenas cerca de 10% das frutas são exportadas. E, paradoxalmente para um país com 10 milhões de mangueiras, o Haiti importa suco de manga.

Um equipamento fecundo

Maio 22, 2009
Antes do início do projeto em 2005, os pescadores de Petit Paradis eram pobres demais para consumir o produto de sua própria pesca. Hoje, um dispositivo engenhoso possibilita que alguns pescadores ganhem até centenas de dólares por semana. A grande mudança é a chegada do DCP, ou “dispositivo de concentração de peixes”. O DCP é uma estrutura submersa com longos cabos que atrai plâncton e pequenos peixes, os quais, por sua vez, servem de chamariz para peixes maiores.