Inteligência artificial traz amplos benefícios para América Latina e Caribe: Relatório BID

Agosto 29, 2018
Estudo também apressa governos para anteciparem as consequências da inteligência artificial no mercado de trabalho BUENOS AIRES – A inteligência artificial (IA) pode facilitar as negociações comerciais e aumentar o crescimento econômico em um ponto percentual nas economias da América Latina e do Caribe, segundo relatório do Banco Interamericano Desenvolvimento (BID), elaborado de por seu Instituto para a Integração da América Latina e do Caribe (INTAL).

A contração das exportações da América Latina e do Caribe é mais intensa que a do comércio global

Novembro 17, 2016
Os países sul-americanos y do Caribe foram os mais afetados Depois de dois anos de queda, as exportações de bens da América Latina apresentaram uma contração de 14,8 por cento em 2015 e de 8,5 por cento nos primeiros sete meses de 2016, segundo o novo Monitor de Comércio e Integração 2016 do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).

A Colômbia e o BID

Março 17, 2009
Desde meados da década de 1990, o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) tem sido a principal fonte de financiamento multilateral para a Colômbia. Nos últimos 50 anos, o BID aprovou para esse país mais de US$14,8 bilhões em empréstimos e projetos de cooperação técnica não reembolsáveis.   Ao longo de sua história, o BID apoiou o governo e o setor privado colombianos em áreas fundamentais para o desenvolvimento, como infra-estrutura, modernização e reforma do Estado, pequena e média empresa, agricultura, energia, proteção ambiental e contra mudanças climáticas.

A Corporação Interamericana de Investimentos alcança resultados financeiros recorde pelo quinto ano consecutivo

Abril 08, 2008
MIAMI, EUA -- Em 8 de abril de 2008, a Corporação Interamericana de Investimentos (CII) apresentou seus resultados financeiros durante a vigésima terceira reunião de sua Assembléia de Governadores. O relatório foi ratificado pelos Governadores dos países membros da CII. De acordo com o relatório anual da CII, seu ativo total triplicou nos últimos cinco anos, atingindo US$ 1,24 bilhão no fim do ano de 2007.

BID formará alianças para estimular o crescimento e melhorar a qualidade de vida na América Latina e no Caribe

Abril 08, 2008
MIAMI - O Banco Interamericano de Desenvolvimento forjará novas alianças com governos, empresas e organizações filantrópicas para estimular o crescimento e combater a pobreza na América Latina y no Caribe, afirmou hoje o presidente do BID, Luis Alberto Moreno. No encerramento da reunião anual da Assembléia de Governadores, a cúpula máxima que toma decisões no BID, Moreno mencionou que esta instituição quase cinqüentenária há trabalhado tradicionalmente com governos centrais. Agora fortalecerá a cooperação com outros sócios.

BID alcança recorde de US$9,6 bilhões em novas operações aprovadas em 2007

Abril 07, 2008
  O Relatório Anual destaca novas iniciativas para tornar o BID um “parceiro indispensável” para a região   O Grupo do Banco Interamericano de Desenvolvimento alcançou um recorde em seu programa de empréstimos em 2007, com a aprovação de US$ 9,6 bilhões em financiamentos para projetos na América Latina e no Caribe, de acordo com seu mais recente Relatório Anual.  

BID aprova carteira variada para aumentar competitividade e reduzir pobreza na América Latina e no Caribe

Março 19, 2007
O Banco Interamericano de Desenvolvimento aprovou em 2006 um programa de empréstimos sólido e inovador que compreendeu um número maior de empréstimos e garantias do que o do ano passado, com um total de 127 projetos no valor de US$6,4 bilhões. Segundo o último Relatório Anual do BID, os desembolsos em 2006 totalizaram quase US$6,5 bilhões, um aumento de 22% em relação ao ano anterior. Pelo 13° ano consecutivo, o BID foi a principal fonte multilateral de financiamento para a América Latina e o Caribe.

Bancos multilaterais de desenvolvimento publicam primeiro relatório conjunto de desempenho

Abril 21, 2006
Os cinco principais bancos multilaterais de desenvolvimento estão avançando na implementação de um enfoque de gestão orientado para a obtenção de resultados, segundo um relatório conjunto divulgado hoje por essas instituições.

Não tão iguais perante a lei

Janeiro 01, 2005
Charo QuesadaNo papel, a América Latina é quase um modelo de justiça igualitária e neutra em relação aos gêneros. Praticamente todos os governos da região assinaram e ratificaram acordos internacionais que garantem acesso aos tribunais e igualdade perante a lei independentemente do sexo da pessoa.