Notícias

BID e Banco do Brasil vão investir em infraestrutura municipal

INVESTIMENTOS DE US$ 600 MILHÕES CANALIZADOS PELO BANCO DO BRASIL ESTARÃO DISPONÍVEIS PARA MUNICÍPIOS DE ATÉ 500 MIL HABITANTES

O Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) aprovou uma operação multissetorial de US$ 600 milhões ao Banco do Brasil para fomentar a melhoria e a eficiência da infraestrutura viária, de água, energia e de serviços públicos dos municípios de pequeno e médio porte.

Os municípios de até 500 mil habitantes abrigam cerca de 70% da população brasileira, entretanto, não contam com a mesma oferta de crédito de que dispõem as cidades médias. O Banco do Brasil vai oferecer empréstimos aos municípios que se enquadrem nesse contexto e que tenham capacidade de crédito.

Cerca de 80% da rede viária no Brasil é de responsabilidade municipal e os custos de manutenção são elevados. Por isso, entre as obras financiáveis na área de transportes dentro da operação estão a reabilitação e pavimentação de vias existentes e aquisição e instalação de máquinas e equipamentos para manutenção de infraestrutura viária.

Outro custo elevado é o de consumo de energia, o segundo mais caro depois de salários. Nesse sentido, os recursos estarão disponíveis para aqueles municípios que queiram aumentar a eficiência energética de prédios públicos municipais e da iluminação pública, incluindo a substituição de equipamentos por outros de maior eficiência, instalação de sistemas de controle e geração distribuída.

Serão financiados ainda medidas para reduzir as perdas dos sistemas de abastecimento de água, que hoje no Brasil chegam a uma média de 38%. Os municípios contarão com financiamento para elaborar projetos e adquirir e instalar equipamentos e sistemas de gestão.

Com estes recursos espera-se atender 215 municípios até 2023, reduzir o consumo de energia com iluminação pública em até 50%, reduzir em até 40% as perdas de águas nos sistemas de abastecimento dos municípios e reduzir o custo operacional de infraestrutura viária de US$ 303 por quilômetro ao ano para US$ 248.

Para alavancar o projeto, serão abertas chamadas de soluções tecnológicas de impacto em todo o Brasil para apoiar a cada uma das áreas de intervenção previstas. O enfoque inicial é a identificação de medidas e ações para fomentar a eficiência e benefícios em projetos de infraestrutura, em especial nas áreas abrangidas pelo projeto.

O financiamento do BID para o Banco do Brasil tem prazo de 25 anos, com período de carência de 5,5 anos e taxa de juros baseada na Libor.

Sobre o BID

O Banco Interamericano de Desenvolvimento tem como missão melhorar vidas. Fundado em 1959, o BID é uma das principais fontes de financiamento de longo prazo para o desenvolvimento econômico, social e institucional da América Latina e do Caribe. O BID também realiza projetos de pesquisa de vanguarda e oferece assessoria sobre políticas, assistência técnica e capacitação para clientes dos setores público e privado em toda a região.

Contato de imprensa
Mais Informações

Karisa Ribeiro

Chefe de equipe do projeto

karisar@iadb.org