Estratégia de Relacionamento do Grupo BID com a Sociedade Civil

O Grupo BID está em processo de atualização de sua Estratégia [1] de relacionamento com a Sociedade Civil.

A estratégia se contextualiza pelas mudanças registradas nos países da América Latina e do Caribe, as quais incluem: I. forte institucionalização da dimensão participativa contida em novas leis, regulamentos e políticas nos países; II. amadurecimento dos sistemas democráticos na América Latina e no Caribe; III. modernização e descentralização do Estado, o que incentiva a participação dos cidadãos no processo de tomada de decisão; IV. surgimento de iniciativas replicadas em outros países, como o orçamento participativo; V. Iniciativas para fortalecer a transparência na gestão do Estado como oOpen Budget Initiative, Open Data Barometer e o Open Government Index; VI. políticas governamentais e programas como o Brasil Transparente e Compañía de Gobierno Abierto (OGP) com a finalidade de informar e reforçar o papel do monitoramento participativo da sociedade civil.

Nas últimas duas décadas, o Grupo BID intensificou e expandiu sua relação com a sociedade civil. Adotou novas políticas de transparência, participação e salvaguardas sociais e ambientais, que fornecem uma estrutura para as relações com a sociedade civil e ajudam a construir confiança com governos, setor privado e organizações da sociedade civil (OSC).

A nova visão e estratégia estão sendo construídas através das lições aprendidas, experiências em escalar atividades, iniciativas e operações, incluindo experiências de campo e experiência técnica da sociedade civil, além de consultas diretas com representantes do governo, setor privado e sociedade civil e funcionários do Banco.

 

Portanto, a equipe de Sociedade Civil do BID Grupo está conduzindo uma série abrangente e sistemática de consultas públicas e consultas internas que começou em 2016 e continua durante 2017 através de reuniões, entrevistas e processo de consulta virtual.

O cronograma estimado (sujeito a alterações) de consulta pública é o seguinte:

 

País/ Tipo de Consulta

Estado da Consulta

Data Estimada

Presencial – Colombia

Realizada

Abril 2017

Presencial –Caribe

· Bahamas

· Barbados

· Guyana

· Haiti

· Jamaica

· Suriname

· Trinidad e Tobago

Realizada

Junho 2017

Presencial – Argentina

Realizada

Junho 2017

Presencial – Washington, DC com representantes de OSC internacionais

Realizada

Junho 2017

Presencial – México

Realizada

Julho 2017

Presencial – Chile

Em preparação

Agosto 2017

Presencial –Brasil

Em preparação

Agosto 2017

Presencial – Guatemala, com representantes de comunidades indígenas de 6 países

Em preparação

Setembro 2017

Presencial –

República Dominicana

Em preparação

Setembro 2017

Virtual – Consulta com representantes da Sociedade Civil de varios países e setores

Aquí

Aberta

Septiembre 2017

Virtual – Consulta com representantes de Governos

Aquí

Aberta

Septiembre 2017

Virtual – Consulta com representantes do Setor Privado

Aquí

Aberta

Septiembre 2017

 

Opiniões e sugestões comprtilhadas no contexto das consultas (presenciais e virtuais) são de caráter orientativo e não vinculantes para o Grupo BID. As contribuições estão sendo analisadas individualmente e sistematizadas em relatórios os quais serão compartilhados com os participantes e público interessados em sua publicação neste site. As consultas virtuais da primeira fase estão abertas. Estima-se compartilhar uma versão preliminar da Estratégia em torno de novembro de 2017. Para mais informações sobre o processo de consulta, entre em contato com Viviane Espinoza em vivianee@iadb.org


[1] Desde el 2004, el grupo BID tiene la Estrategia de Participación Ciudadana (GN-2232-5)

¡Hola, Bienvenido al BID!

Te invitamos a unirte a nuestra lista de correo.